O BURRINHO PEDRÊS, de Guimarães Rosa

Roteiro de análise da narrativa “O burrinho pedrês” de Guimarães Rosa

1. Elementos da narrativa

a) Enredo

– partes do enredo;

– conflitos(s): o principal e os secundários.

b) Personagens

– quanto à caracterização/composição:

· personagens planas: tipos/caricatura (há? Quem são?);

· personagens complexas: características físicas, psicológicas, sociais, ideológicas, morais;

Tenha em atenção, por exemplo:

Os ditos, aforismos e conselhos do Major Saulo.

A maneira como o Major gere a questão de Silvino e Badu.

Os vaqueiros relatam casos do seu mundo – faça o levantamento e analise as estórias contadas por Raymundão e João Manico.

– quanto à participação no enredo:

· protagonista: herói ou anti-herói;

· antagonista;

· personagens secundárias.

c) Tempo, espaço e características do ambiente:

– época em que se passa a história;

– duração da história;

– tempo cronológico;

– localização geográfica;

– aspectos psicológicos, morais, religiosos;

– aspectos sócio-econômicos e políticos.

d) Narrador:

– primeira ou terceira pessoa;

– participante ou não participante;

– ponto de vista (tome atenção se há marcas de linguagem reveladoras das atitudes subjectivas do narrador face ao que relata, como por exemplo, os modalizadores: pontuação e vocábulos que acarretam juízos de valor).

2. Estilo

a) Marcas de oralidade:

– queda de sons e fusão ou contração de palavras;

– uso de diminutivos;

– repetições sintáticas;

– frases inacabadas e hesitações;

– vocabulário pouco variado e repetitivo;

– vocabulário popular, familiar ou corrente, pouco cuidado;

– referências diretas – necessidade de gesto;

– …

b) vocabulário:

– gíria (por exemplo: as várias designações para gado equino e gado bovino);

– vocabulário erudito usado pelo narrador;

– neologismos;

– arcaísmos;

– aforismos (decifre os respectivos sentidos, atendendo ao seu contexto de produção):

· “quem é visto é lembrado”

· “quem vai na frente bebe água limpa”

· “cavalo manso de moça só se encosta em tamborete”

· “joá com flor formosa não garante terra boa”

· “não é nas pintas da vaca que se mede o leite e a espuma!”

· “Suspiro de vaca não arranca estaca!”

· “Quem tem inimigo não dorme!”

· “Burro não amansa nunca de-todo, só se acostuma!…”

· “Quando corre, bate caixa, quando anda, amassa o chão!”

· “para bezerro mal desmamado, cauda de vaca é maminha”

· “Esta vida é engraçada… Galinha tem de muita cor, mas todo ovo é branco.”

· “Quem viaja por terras estranhas vê o que quer e não quer!”

· “É andando que cachorro acha osso.”

· “Todo o gosto é regra.”

c) O estilo narrativo de Guimarães Rosa é caracterizado, entre outros aspectos, pelo alto índice de musicalidade, pelo recurso a procedimentos rítmicos e rimáticos característicos da poesia. Proceda à escansão do seguinte parágrafo que pode ser dividido em 6 versos de 7 sílabas: “Boi bem bravo, bate baixo, bota baba, boi berrando… Dança doido, dá de duro, dá de dentro, dá direito… Vai, vem, volta, vem na vara, vai não volta, vai varando…”

3. Tema – Assunto – Mensagem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: